quarta-feira, 19 de maio de 2021

Animação produzida pelo TSE mostra por que o voto eletrônico é tão seguro

Vídeo integra a campanha do Tribunal contra a desinformação e em favor da transparência do sistema eleitoral brasileiro


Para garantir que não haja dúvidas acerca da segurança do processo eleitoral no Brasil, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lança mais um vídeo, nesta terça-feira (18), para veiculação nas redes sociais, chamado “Por dentro do voto eletrônico”. O material integra a campanha da Corte lançada no último dia 14, com o objetivo de combater a desinformação e esclarecer cada uma das etapas que garantem a legitimidade dos pleitos.

No vídeo, é possível conferir a metodologia utilizada desde 1996 e que vem dando resultados positivos. “Em 25 anos de história, nenhuma fraude foi comprovada”, destaca a animação.

Outro ponto é a auditabilidade integral do sistema (do desenvolvimento do programa até a totalização dos votos), que tem a fiscalização e o acompanhamento do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dos partidos políticos.

“São nove as auditorias do sistema de votação brasileiro: inspeção dos programas em desenvolvimento; teste público de segurança; lacração; certificação do sistema enviado aos tribunais regionais; zerésima; boletim de urna; totalização; teste de integridade; e registro digital do voto”, diz o vídeo.

Vale destacar que a urna eletrônica ainda possibilita a divulgação de resultados no mesmo dia e a eliminação dos casos de fraudes antes registrados nos votos em papel. “O sistema é totalmente transparente e auditável do primeiro ao último momento. Ou seja, qualquer pessoa pode conferir tudo o que foi feito”, explica o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, no vídeo de lançamento da campanha.

O material foi produzido internamente, pela própria Secretaria de Comunicação (Secom); portanto, não gerou custos ao Tribunal.

Assista à animação e entenda por que o Brasil tem um dos melhores sistemas de aprovação eleitoral do mundo.

Confira, também, o vídeo de lançamento da campanha, com o presidente da Corte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário