Páginas

segunda-feira, 26 de abril de 2021

e-Título: mais que versão digital do título de eleitor

Com ele, é possível consultar zona eleitoral, situação cadastral, certidão de quitação eleitoral, certidão de crimes eleitorais e se cadastrar como mesário e mesária voluntários, por exemplo


O e-Título é mais que a versão digital do título de eleitor. Através dele, é possível acessar informações cadastradas na Justiça Eleitoral - como local de votação; certidão de quitação eleitoral e certidão de crimes eleitorais -, além de emitir guias de multa (no caso daqueles que deixaram de comparecer às urnas ou aos trabalhos eleitorais, quando convocados) e justificar no dia das eleições (para eleitores fora do município de votação) ou após as eleições (em até 60 dias após o pleito). Outra função do aplicativo é facilitar o cadastro como Mesário e Mesária Voluntários.

Os eleitores que ainda não fizeram o cadastro biométrico (suspenso, temporariamente, em função da pandemia de coronavírus), deve apresentar um documento de identificação oficial com foto sempre que for utilizar o título digital. Quando os dados biométricos forem colhidos, o e-Título será atualizado automaticamente e a foto do eleitor e da eleitora aparecerá no aplicativo.

O aplicativo é gratuito e pode ser baixado nas plataformas iOs e Android. Após baixá-lo, basta inserir os dados pessoais e criar uma senha com seis dígitos numéricos. O aplicativo só está disponível para dispositivos móveis. Ou seja, não é possível acessá-lo através de computadores de mesa.

Caso não lembre o número do título, o eleitor pode acessá-lo usando o CPF.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “a ideia é que o aplicativo seja futuramente um portal de acesso a vários outros serviços. Os usuários receberão notificações sobre novas funcionalidades à medida que as melhorias forem surgindo”.

DP, com informações do TSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário