quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Perfil do eleitorado baiano é majoritariamente feminino

Maior parte do eleitorado baiano tem entre 35 e 39 anos e ensino médio completo; há 549 cidadãos e cidadãs com nome social e 54.825 pessoas com deficiência aptas a votar, por exemplo


Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), detalhados no Guia das Eleições 2020, produzido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), apontam que o perfil do eleitorado baiano é majoritariamente feminino: são 52,4% de eleitoras e 47,5% de eleitores. 

Dos 10.893.320 eleitores e eleitoras aptos a escolher os próximos prefeitos, prefeitas, vereadores e vereadoras nos 417 municípios do estado no próximo dia 15 de novembro, 549 utilizam nome social e 54.825 têm algum tipo de deficiência – destas, 83,63% é relacionada à locomoção, número que corresponde a 18.852 eleitores.

No que diz respeito à faixa etária, a maior parte do eleitorado baiano tem entre 35 e 39 anos. São 1.247.491 pessoas com essas idades, ou seja, 11,45% do total. Logo em seguida, vem os eleitores entre 30 e 34 anos, que somam 1.157.172 ou 10,62% do total. As extremidades de idade concentram o menor índice de eleitores. Há apenas 6.999 (0,06%) votantes com 100 anos ou mais e 33.243 (0,31%) com 16 anos. 

Quanto ao grau de instrução, a maior parte do eleitorado baiano possui ensino médio completo, são 2.861.730 pessoas, o que representa 26.27% do eleitorado. Em seguida, vêm os eleitores com ensino fundamental incompleto (2.535.346 /23.27%) e aqueles que apenas lêem e escrevem (1.516.945 / 13.93%). 

Embora o TRE-BA tenha realizado a biometria de 92.63% dos eleitores, este recurso ficou suspenso para as Eleições Municipais deste ano. A decisão foi tomada como medida de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus. 


Na capital baiana

De acordo com o TSE, Salvador tem 1.897.098 eleitores, dos quais 99,73% poderiam usar a biometria, que está suspensa por conta das restrições impostas pela Covid-19. As mulheres também são maioria, correspondendo a 55,5% dos votantes, sendo os homens 44,5% do total. Em 2020, 135 pessoas em Salvador votarão usando o nome social. 

Na capital baiana, 19.486 eleitores possui algum tipo de deficiência - a maior parte (7.738) com dificuldades de locomoção. A faixa etária com maior índice de votantes, assim como no geral do estado, é entre 35 e 39 anos (12,45%), seguido de 40 a 44 anos (11,71%). Idosos entre 90 e 94 anos e jovens com 16 anos são os menores eleitorados, representando 0,09% e 0,03% respectivamente. 

Quanto ao grau de instrução, Salvador possui 696.746 (36,73%) eleitores com ensino médio completo; 333.862 (17.6%) com ensino fundamental incompleto e 320.536 (16.9%) com superior completo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário