domingo, 29 de novembro de 2020

2º turno: Feira de Santana inicia votações com tranquilidade, neste domingo (29)

Segundo maior colégio eleitoral da Bahia, Feira espera receber 400.549 eleitores até às 17h

O segundo turno das Eleições Municipais de Feira de Santana teve início com tranquilidade neste domingo (29). Pouco antes das 7h, uma pequena fila já se formava no Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), local de votação da 156ª zona eleitoral. A maioria dos eleitores neste horário foi de idosos, respeitando a recomendação do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TER-BA) de priorizar as primeiras horas de voto para quem faz parte dos grupo de risco ao novo coronavírus. 


Lídio Damasceno, de 60 anos, afirmou que esperava que tudo transcorresse bem. “Nem no primeiro turno houve aglomeração, agora como são apenas dois candidatos, deve ser ainda mais rápido”. O eleitor Milton Pires, com a mesma idade, afirmou a importância de votar, mesmo durante a pandemia. “É importante para escolher alguém que vai melhorar a cidade, que está precisando”. 

Na fila, também foi possível encontrar eleitores mais jovens, mas com questões de saúde que também aumentavam a chance de risco em relação à Covid-19. A eleitora Lívia Akenaton, de 45 anos, foi votar mais cedo por ser hipertensa. “A gente faz a nossa parte, precisamos de mudanças e que essa pandemia vá embora também”. 

O Senai possui 16 seções eleitorais e 6002 eleitores. O primeiro a chegar na seção 438 foi Jarbas Andrade, de 70 anos, acompanhado da irmã. Com dificuldade de mobilidade, pediu apoio para não deixar de comparecer, o que faz desde os 18 anos de idade. “Vim votar na pandemia sem receio e faço isso desde cedo. É a obrigação da gente, votar e votar certo”. 

A mesária Tícia Conceição reforçou que todos os protocolos de segurança foram adotados e reforçados em relação ao primeiro turno. Além do uso obrigatório da máscara, as salas estão equipadas com álcool 70% e o chão tem marcação para garantir o distanciamento social. Os eleitores são orientados a passar o menor tempo possível no local de votação. “Também estamos orientando que tragam suas canetas e mostrem os documentos de forma que a gente não precise tocar”, frisou a mesária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário