sábado, 17 de outubro de 2020

TRE-BA monta força-tarefa para apoiar zonas eleitorais com o sistema de candidaturas

Corregedoria, Secretaria Especial da Presidência e Secretaria Judiciária se reuniram neste sábado (17/10) para auxiliar as zonas com a atualização do CAND; pedidos serão julgados até o dia 26/10

A corregedoria, a secretaria especial da presidência e a secretaria judiciária do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia se reuniram neste sábado (17/10) em uma força-tarefa para auxiliar as zonas eleitorais com as atividades do sistema de candidaturas. A menos de um mês das votações, o objetivo é apoiar servidores dos cartórios na atualização das informações do CAND. 

Para o corregedor eleitoral e vice presidente do TRE-BA, desembargador Roberto Frank Maynard, essa é uma oportunidade que o poder judiciário tem se de reafirmar como poder de estado. “ A corregedoria não poderia deixar de integrar essa força-tarefa, que visa assegurar o cumprimento dos prazos do julgamento dos registros de candidatura na Bahia”. 

A secretária da corregedoria, Thaís Habib, também destaca a importância de uma ação coletiva para garantir o cumprimento do calendário eleitoral. “O papel institucional da corregedoria vem sendo desenvolvido buscando uma atuação o mais próximo possível das zonas eleitorais. Neste momento, o foco é cumprir o prazo legal de julgamento dos processos de registro de candidatura”, afirmou. 

Os pedidos de registro de candidaturas continuam sendo processados e julgados até o dia 26/10. Até lá, as zonas eleitorais terão esse apoio extra, principalmente no que diz respeito a inserir no sistema a informação de que o candidato ou candidata está apto ou inapto, explica o secretário especial da presidência, Victor Xavier. 

“Isso tem reflexo nas estatísticas da Justiça Eleitoral, mas também na transparência do processo, porque o eleitorado em geral fica sabendo o que está acontecendo nos registros”, afirmou o secretário. A população pode consultar a situação dos candidatos pelo site de divulgação de contas e candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral. 




CB

Nenhum comentário:

Postar um comentário