terça-feira, 20 de outubro de 2020

Mesário tem direito a dois dias de folga para cada dia trabalhado nas eleições

 Compensação é válida para cada dia em que trabalhar nas eleições e participar dos treinamentos ministrados pela Justiça Eleitoral para o exercício da função


Quem atua como mesário voluntário já sabe que, além de contribuir com o processo democrático, ainda pode ganhar algumas vantagens e benefícios. É o caso da bancária Shirley Francisca da Silva, 46 anos, que já se prepara para sua terceira eleição como mesária voluntária no Colégio Santa Rita, no bairro Luis Anselmo, onde reside na capital baiana, região da 7ª Zona. 

“Eu quis ser mesária inicialmente no movimento de alguns colegas da empresa, a gente verificou o benefício das folgas, foi uma motivação de grupo mesmo”, confessa. Contudo, a bancária mudou de opinião e passou a achar o trabalho muito interessante. “No dia, eu gostei muito de ter exercido. Fui surpreendida por achar que era cansativo, enfadonho, estressante, mas não. Eu gostei muito e aí continuei trabalhando na eleição seguinte e agora nesta novamente”, afirma a mesária. 

O mesário tem direito a dois dias de folga para cada dia em que trabalhar nas eleições e participar dos treinamentos ministrados pela Justiça Eleitoral para o exercício da função. As declarações que darão direito às folgas no trabalho serão disponibilizadas após as Eleições. Vale ressaltar que a data de gozo das folgas deve ser combinada entre empregado e empregador, mediante a apresentação do certificado de serviços prestados à Justiça Eleitoral.⠀

Saiba mais sobre os benefícios

https://www.tre-ba.jus.br/eleitor/mesarios/mesarios 


Gesto democrático

Além de lhe proporcionar o benefício da obtenção de folgas para cada dia trabalhado e de treinamento, para a bancária, atuar como mesária voluntária é um dever cívico. “Você está contribuindo para um trabalho que é necessário e que tem que ter a colaboração do público, especialmente nesse ano que muita gente não vai poder trabalhar”, relata a eleitora. 

Na avaliação da chefe de cartório Silvana Caldas, da 14ª Zona Eleitoral, o mesário é figura indispensável para as eleições. “O mesário, por ser um cidadão do povo, acaba atuando também como ‘fiscal’ do processo eleitoral, o que torna a eleição ainda mais transparente e democrática”, reconhece a servidora.

Treinamento online

Convocada através de e-mail no dia 25 de setembro, para a mesária Shirley o acesso virtual ao treinamento é outro diferencial. “Este ano está sendo mais prático, pelo aplicativo. Teve aula online também”. É possível acessar as informações completas no Portal de Educação a Distância do TSE (https://educacao.tse.jus.br/), e pelo aplicativo Mesários, da Justiça Eleitoral, que pode ser baixado a nas lojas virtuais Apple Store e Google Play. Além disso, os vídeos de treinamento para os mesários estão disponíveis no YouTube da Justiça Eleitoral.

Acesse dos vídeos de treinamento no YouTube da Justiça Eleitoral.

https://www.youtube.com/watch?v=MxhJab5SSrg&feature=youtu.be


A chefe de cartório Silvana lembra que nestas eleições, por conta da pandemia da Covid-19, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), providenciará para os mesários e demais colaboradores equipamentos de proteção individual - EPIs para uso no dia do pleito. “Serão fornecidos aos mesários e colaboradores máscaras, face shields e álcool em gel 70%. Ainda será disponibilizado álcool para higienização das mãos dos eleitores.” Vale lembrar ainda que, nas seções eleitorais, somente será permitida a entrada do eleitor com máscara.

Como ser um mesário?

Se você quer se voluntariar:

•          Acesse a página: https://apps.tre-ba.jus.br/portal/#mesarios/inscricao;

•          Ou faça seu cadastro pelo aplicativo E-Título;

•          Ou entre em contato com o cartório eleitoral em que está inscrito como eleitor.



JF


Nenhum comentário:

Postar um comentário