quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Mesário: nova versão do aplicativo registra mais de meio milhão de downloads

 Aplicativo foi elaborado com intuito de treinar e auxiliar os mesários antes e durante as eleições


Mais de 500 mil downloads do aplicativo Mesário já foram feitos, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Por meio da ferramenta, o mesário que irá trabalhar nas Eleições Municipais de novembro terá todas as informações sobre o funcionamento da eleição. O aplicativo foi elaborado com intuito de treinar e auxiliar os mesários antes e durante o pleito.

Baixe o aplicativo mesário

A nova versão é fácil e intuitiva. As aulas são organizadas em blocos de assuntos, como a preparação da seção eleitoral, os materiais disponibilizados para cada local de votação e os documentos exigidos aos eleitores para o pleito. Cada etapa concluída desbloqueia as fases seguintes do treinamento. Ao final de cada bloco de aulas, o aluno testa os conhecimentos por meio de um Quiz (conjunto de perguntas e respostas). Além do treinamento, o mesário também tem acesso a outros conteúdos como cicas e soluções para resolver imprevistos no dia das eleições.

A última atualização ocorreu no dia 25 de setembro. A ferramenta traz como novidades os serviços de busca detalhada e notificações com avisos ou alertas, enviados pelas zonas eleitorais de cada município. A versão atual do aplicativo (3.5.0) já está disponível nas lojas virtuais Apple Store e Google Play Store e requer as versões Android 4.4 ou superior e iOS 10.0 ou posterior.


Treinamento

A Justiça Eleitoral fornece, a cada eleição, a capacitação necessária para o mesário realizar o seu trabalho. Na carta de convocação há informações sobre a modalidade do treinamento para o qual o mesário foi direcionado: presencial, à distância ou pelo Aplicativo Mesário.

Em razão da pandemia de Covid-19, o treinamento para mesários que atuarão nas Eleições Municipais será, na maioria das zonas eleitorais, realizado de forma virtual. A Justiça Eleitoral orienta os mesários a realizarem o treinamento preparatório pelo aplicativo. Quem explica os motivos é a presidente da Comissão de Mesários do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Maria do Socorro Gouveia. “A modalidade a distancia tem números de vagas limitados, em razão do sistema não suportar, tecnicamente, a quantidade de mesários do Brasil. O aplicativo não tem limitação de vagas. Então, quem não consegue fazer a distância é orientado a fazer pelo aplicativo”.


Mesários

A Bahia conta, atualmente, com um total de 108.444 mesários. Já na capital, Salvador, o quantitativo de colaboradores da Justiça Eleitoral é de 16.940. Qualquer pessoa maior de 18 anos e que esteja em situação regular com a Justiça Eleitoral pode trabalhar como mesário nas eleições. Os mesários são designados para seções eleitorais dentro da zona eleitoral em que estão inscritos.

O trabalho de mesário não é remunerado, mas ele faz jus a auxílio-alimentação no 1º turno e, se houver, também no 2º turno das eleições. O mesário também tem direito a dois dias de folga por dia de convocação, seja para treinamentos oferecidos pela Justiça Eleitoral ou trabalhando na função a que for designado no dia da votação.

Além disso, ele recebe um certificado pelos serviços prestados, o que poderá ser utilizado para horas extras curriculares nas faculdades conveniadas, sendo também válido para preferência em critério de desempate de concursos públicos, desde que previsto no edital do certame.

 


TF

Nenhum comentário:

Postar um comentário