quarta-feira, 29 de julho de 2020

Último dia para participar da pesquisa e ajudar a definir as metas da Justiça Eleitoral para 2021

Uma das metas específicas é a promoção de campanhas sobre a participação feminina no processo eleitoral



Termina nesta quarta-feira (29/7), a consulta pública para definição das Metas aplicáveis à Justiça Eleitoral em 2021. O objetivo é tornar o processo de escolha das metas o mais participativo possível. O formulário deve ser acessado no endereço eletrônico tse.jus.br/metasje2021 e pode ser respondido em até 2 minutos. 

Para participar, basta preencher o questionário e avaliar o grau de relevância de cada uma das metas. Entre as metas específicas da Justiça Eleitoral estão: promoção de campanhas voltadas ao eleitor para ampliar o conhecimento sobre o funcionamento do processo eleitoral e fomentação da participação feminina no processo eleitoral. 

Além das metas específicas, existem as metas nacionais que dizem respeito a todos os segmentos da Justiça e que representam o compromisso de todos os tribunais com o aprimoramento da prestação jurisdicional. Em caso de dúvidas, o interessado poderá consultar o glossário na aba Metas, no qual é possível encontrar informações detalhadas. 

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na Resolução nº 221, de 10 de maio de 2016, institui princípios para a gestão participativa e democrática na elaboração das metas nacionais do Poder Judiciário. Dessa forma, os processos participativos, em qualquer modalidade, constituem etapa preliminar ao encaminhamento de propostas de metas nacionais ao CNJ. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário