quarta-feira, 15 de julho de 2020

Jornal "O Cafezinho" faz aniversário

Publicação mensal voltada para o público interno do TRE-BA completa um ano de lançamento


Até que a data mereceria bolo, parabéns, festa. O aniversariante nasceu há pouco tempo, mas já é queridíssimo. O jornal “O Cafezinho” é o homenageado, completou, no final de junho, um ano de circulação e bate papo com o público interno sobre o cotidiano dos terceirizados do TRE-BA. Temas como saúde, comportamento, cultura, história, meio ambiente, lazer, curiosidades são abordados no periódico, sempre associados às experiências vivenciadas ou sugeridas pelo grupo de terceirizados do Tribunal.

A iniciativa é fruto de parceria entre a Assessoria de Comunicação (Ascom) e a Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) do Órgão, com o objetivo de favorecer a integração e a valorização dos servidores e demais colaboradores do Tribunal Eleitoral da Bahia. “O Cafezinho reverencia essas equipes de funcionários que se dedicam tanto ao Tribunal, cujas ações somam para o bom andamento das atividades diárias. O informativo é mais uma contribuição na nossa caminhada para a implementação de uma gestão com pessoas”, comenta a Secretária de Gestão de Pessoas, Sandra Cerqueira. 

O impresso, com informações e serviços, que a princípio foi pensado como boletim direcionado aos terceirizados do TRE-BA, hoje desperta interesse (e simpatia) de magistrados e servidores nas diversas áreas de atuação no Regional. Para o Presidente do Eleitoral baiano, desembargador Jatahy Júnior, a proposta possibilita “maior agregação e enaltecimento dos nossos colaboradores terceirizados, sem os quais a Justiça Eleitoral não poderia prestar o serviço de excelência para todos os baianos.” 

Segredos de um bom café 

“O Cafezinho” tem periodicidade mensal e uma de suas principais características é a comunicação numa linguagem simples e descontraída. Seu nome faz alusão a uma pausa nas atividades no dia a dia do trabalho para uma leitura leve. As editorias variam conforme os assuntos em pauta no mês, entretanto algumas, como o Perfil em destaque na capa, são fixas. O jornal é impresso e distribuído internamente, exposto nos murais do TRE-BA e também enviado por e-mail à comunidade do Regional na capital e interior do estado. 

Na coordenação geral, como editora-chefe do “Cafezinho”, está a jornalista da Assessoria de Comunicação do TRE-BA, Tainara Figueiredo, que não esconde sua afeição pelo impresso. “É muito gratificante participar da elaboração do “Cafezinho”, pois me permite conhecer pessoas, suas histórias, compartilhar experiências de vida.” E afirma que sucesso é algo relativo. “O feedback favorável do público sinaliza que a gente está no caminho certo. Se o retorno positivo dos leitores é indicativo da aceitação do jornalzinho, então, poderíamos dizer que se trata de um projeto bem sucedido”, avalia.

DS

Nenhum comentário:

Postar um comentário