quinta-feira, 4 de junho de 2020

Desafios para a Justiça Eleitoral durante pandemia é tema de videoaula do projeto A Mídia e As Eleições

Assessor de Comunicação do TRE de Goiás reflete sobre a atuação dos Eleitorais do país em ano de votação nos municípios e da Covid-19


Com os cartórios e tribunais fechados e a população confinada em casa, a Justiça Eleitoral teve que atuar de forma rápida e remota, visando as eleições municipais de 2020, apesar do coronavírus. Esse contexto é apresentado pelo assessor de comunicação do TRE de Goiás, Brazil Nunes, em vídeo gravado para o projeto “A Mídia e as Eleições”, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. 

No vídeo, que está disponível nas redes sociais do TRE-BA e no hotsite do projeto, Nunes reconhece que falar de calendário eleitoral e comunicação no cenário atual é algo novo para todos os envolvidos. Partindo da experiência do Eleitoral goiano, o assessor afirma que, em 2020, há três temas importantes a considerar: as eleições, o combate à desinformação e a pandemia de Covid-19. 

O uso e aprimoramento da tecnologia tem sido essencial para que a Justiça Eleitoral continue seguindo o calendário, sem alterar datas ou prejudicar os eleitores, destaca Brazil Nunes. Como exemplo, ele cita o fechamento do Cadastro Nacional de Eleitores em Goiás, onde todas as zonas disponibilizaram atendimento ao público via WhatsApp. “A participação foi massiva. As pessoas ligavam para tirar dúvidas e podiam falar diretamente com os cartórios, apesar de estarem fechados”, afirma. 

Na avaliação do assessor de comunicação do TRE-GO, essa interação com o público, facilitada pela tecnologia, é o futuro da Justiça Eleitoral. É dessa forma, ele destaca, que os Eleitorais têm conseguido driblar a quarentena e é também assim que os servidores chegam aos lugares mais remotos. Para as regiões onde a internet ainda não é uma realidade, Brazil Nunes afirma que o atendimento telefônico também tem sido essencial. 

Ao fazer parte do evento do Eleitoral baiano, o assessor do TRE-GO reforça também a integração de todos os tribunais da Justiça Eleitoral, algo que, para ele, tem contribuído para aprimorar a atuação deste setor do Judiciário brasileiro. “Essa parceria dá mais consistência ao nosso trabalho, aprendemos, com os exemplos uns dos outros, a consolidar uma comunicação mais efetiva”. Apesar dos desafios, o assessor se diz otimista: “vamos dividir nossas experiências e atuar para prestar o melhor serviço ao eleitor”. 

Brazil Nunes

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás e MBA em Marketing pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi jornalista na Prefeitura Municipal de Goiânia e atualmente é assessor de comunicação e imprensa do TRE-GO, cargo que ocupa desde o ano de 2013.

A Mídia e as Eleições 

O evento “A Mídia e Eleições” já faz parte do cronograma de ações do TRE baiano em anos de eleição. O projeto - desenvolvido pela Assessoria de Comunicação, em parceria com a Ouvidoria e Secretaria de Gestão de Pessoas do Eleitoral - tem o objetivo de promover debates públicos com a presença de jornalistas, magistrados, acadêmicos, técnicos da Justiça Eleitoral e sociedade civil. 

Em 2020, por conta da pandemia de coronavírus, o evento acontece pela primeira vez em ambiente virtual. No hotsite “A Mídia e as Eleições” o público tem acesso a todos os vídeos já publicados, incluindo aqueles transmitidos em tempo real (lives), além da lista de palestrantes confirmados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário