sexta-feira, 26 de junho de 2020

Comunicação em rede é fundamental para as eleições, defende assessor do TRE do Pará

Em vídeo para o projeto do TRE-BA, “A Mídia e as Eleições”, o assessor de comunicação Edney Martins afirma que a atuação em redes ajudará no desafio de realizar eleições em meio à pandemia



O Brasil está às vésperas de uma de suas eleições mais importantes, realizadas em meio à pandemia de coronavírus e à desinformação. Para superar o desafio, será necessário atuar em rede, potencializando saberes e tecnologias das instituições. Essa ideia é defendida pelo assessor de comunicação do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, Edney Martins, convidado do Eleitoral baiano para o projeto “A Mídia e as Eleições”.


Martins propõe entender a atual conjuntura do Brasil a partir da história. O assessor cita as pesquisas sobre democracia feitas pelo historiador francês Alexis de Tocqueville, em 1835, e o conceito de capital social defendido pelo cientista político italiano Robert Putnam, em 1990. A partir dessas referências, o assessor do TRE-PA entende que uma rede de comunicação bem-estruturada é um ganho para toda a sociedade. 

A importância da rede está ainda mais fortalecida no Brasil atual, que enfrenta a pandemia de coronavírus mantendo a comunicação entre as instituições e os cidadãos pela internet. Martins cita a defesa que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Roberto Barroso, faz da imprensa profissional nas redes sociais, no combate a boatos e fake news, sempre prejudiciais à democracia. 

A Justiça Eleitoral deve contribuir para estabelecer a confiança na sociedade, a partir de informações de qualidade e da transparência na prestação do serviço, acredita Edney Martins. O assessor vai além, sugerindo que essa rede deve incluir todo o poder Judiciário. “Podemos fazer parte dessa grande rede para que, de maneira rápida e de fácil acesso, sejamos multiplicadores de informação de qualidade”. 

Para o assessor do Eleitoral do Pará, o judiciário brasileiro deve lançar mão de todo o conhecimento disponível entre magistrados, procuradores, analistas e técnicos, valorizando o capital social existente nessa rede. “Precisamos também enxergar a comunicação pública como um instrumento de formação de cidadania e a união e confiança na sociedade como fundamentais para a construção de novos tempos”. 

O projeto “A Mídia e as Eleições” é realizado pelo TRE da Bahia para ampliar o debate sobre o processo eleitoral. Em 2020, por conta da pandemia de coronavírus, o projeto foi transformado em um seminário online, que está sendo realizado nas redes sociais do TRE-BA e disponibilizado em site

Edney Martins

Assessor de comunicação institucional do TRE do Pará, atua na área de comunicação pública e relacionamento com a comunidade há mais de 20 anos, com passagens pelo setor privado, público e não governamental, seja como consultor ou líder de equipe. Formado em Direito pela UFPA, tem pós-graduação na área jurídica e do terceiro setor em instituições brasileiras, como FGV, PUC-SP e FIA-USP, onde concluiu MBA em “Empreendedorismo e desenvolvimento social”. Esteve à frente da presidência do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça entre 2017 e 2018.



CB

Nenhum comentário:

Postar um comentário