terça-feira, 12 de maio de 2020

Pod do TRE-BA: presidente avalia Título Net em nova edição do Giro de Notícias

Outros assuntos sobre o calendário eleitoral também foram abordados durante o programa, disponível no spotify e outras plataformas




Na mais nova edição do Giro de Notícias, programa do Pod do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), o presidente do órgão, desembargador Jatahy Júnior, fez um balanço do uso do Título Net e comentou sobre outros assuntos relacionados ao Calendário Eleitoral 2020. Confira a edição que foi ao ar na sexta-feira (8/5) e está disponível, dentre outras plataformas, no Spotify e Google Podcasts

Na entrevista, o presidente avaliou de maneira positiva a eficácia da ferramenta Título Net, em especial diante da necessidade do cumprimento do prazo de 6 de maio, último dia antes do fechamento do cadastro. “Todos nós sabemos que estamos vivendo esse drama, que é o coronavírus. Em razão disso, os atendimentos presenciais foram suspensos, mas rapidamente o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o TRE-BA disponibilizaram o atendimento virtual, por meio do Título Net e, aqui na Bahia, podemos concluir e afirmar que o trabalho foi exitoso. Essa ferramenta facilitou para que cumpríssemos o prazo de regularizações e solicitações de novos títulos, que se encerrou no dia 6 de maio”, disse. 

Ao todo, 75 mil eleitores fizeram uso da ferramenta, com envio de requerimentos para inscrições, revisões ou transferências. “Foi um grande desafio, mas, graças à tecnologia da informação, nós pudemos ultrapassar essa fase (do fechamento do cadastro) com êxito”. Conforme o desembargador Jatahy Júnior, o próximo desafio ocorrerá no mês de julho, quando se iniciará o treinamento dos mesários, “o que também deverá ser realizado pela internet, à distância. Sem dúvida, contaremos com a tecnologia novamente”, afirmou. 

O presidente do Eleitoral baiano lembrou ainda sobre o eleitor que não conseguiu atender ao chamamento da Justiça Eleitoral. Conforme o desembargador, caso o cidadão necessite de alguma comprovação de quitação junto à JE, poderá se valer da chamada certidão circunstanciada”. O documento serve para comprovar a impossibilidade de obtenção da certidão de quitação eleitoral durante o período em que o cadastro permanecer fechado. Desse modo, o cidadão não terá prejuízos no exercício de seus direitos diante de órgãos que lhes exigir a regularidade com a Justiça Eleitoral. 

O Giro de Notícias tem apresentação de Wallace Cardozo, que – neste período de distanciamento social – tem gravado os programas de casa. 

Ouça os programas do POD TRE-BA: 





HS

Nenhum comentário:

Postar um comentário