segunda-feira, 4 de maio de 2020

Desembargador Jatahy Júnior é empossado presidente do Coptrel

Esta é a primeira vez que um representante da Justiça Eleitoral baiana preside o Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais


O desembargador Jatahy Júnior foi empossado, na manhã desta segunda-feira (4/5), presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (Coptrel). A solenidade ocorreu por videoconferência, respeitando as orientações de distanciamento social como medida de minimização do contagia da Covid-19. Esta é a primeira vez que um representante da Justiça Eleitoral baiana preside o Colégio.

A cerimônia foi transmitida ao vivo por meio do site: coptrel.justicaeleitoral.jus.br e pelo Instagram oficial do TRE baiano. Na ocasião, além do desembargador Jatahy Júnior, foram empossados os desembargadores Cláudio Brandão de Oliveira (TRE-RJ) e Glauber Antônio Nunes Rêgo (TRE-RN), respectivamente vice-presidente e secretário.


Durante o discurso de posse, Jatahy Júnior - atual presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) – disse estar “extremamente feliz em assumir a Presidência do Coptrel (Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais)” e agradeceu a confiança a ele incumbida. “Agradeço a confiança de vossas excelências quando me escolheram como presidente deste Colégio, cônscio da enorme responsabilidade de dar prosseguimento ao trabalho dos ilustres colegas que me antecederam, entre os quais o desembargador Cleones Cunha, que muito contribuiu para que este Colegiado se tornasse um dos mais importantes e respeitados do nosso país”, disse.

O desembargador falou ainda que se esforçará ao máximo para honrar a confiança atribuída a ele. “Servirei a esta instituição como tenho servido à judicatura, com empenho para alcançar os êxitos desejados. Tenho plena consciência de que nossa administração será voltada para o seu aprimoramento e da Justiça Eleitoral, garantidora do exercício livre e democrático da soberania popular”.

O presidente lembrou dos colegas empossados na mesma cerimônia, dirigindo-se diretamente aos desembargadores Cláudio Brandão de Oliveira e Glauber Antônio Nunes Rêgo: “registro também os parabéns pela eleição e posse nesses honrosos cargos, manifestando a certeza de que faremos um trabalho conjunto e harmônico, garantidor do bom desempenho da administração que ora se inicia, sempre na busca do aprimoramento da Justiça Eleitoral visando a excelência dos serviços prestados, de forma transparente e ética, prestigiando a Justiça e a Cidadania”.

Coptrel

Na ocasião, o presidente do Eleitoral baiano e agora também do Coptrel fez questão de explicar a importância do Colégio: “para facilitar a administração e organização política do país, fomos divididos em 27 unidades federativas com enormes diferenças, não só pela população, mas também pela densidade demográfica, extensão territorial, quantidades de municípios e aspectos econômicos. Entretanto, nada disso nos separa. Ao contrário, enriquece nossa cultura. O importante não são as nossas diferenças, mas sim o que nos une. Cada Estado tem a sua particularidade e todos contribuem para o bem maior de nossa nação. Daí a importância integrativa do Coptrel para o alinhamento das informações entre os TREs e o fortalecimento da Justiça Eleitoral como um todo”.

A relação com o TSE - Tribunal Superior Eleitoral “deve ser sempre pautada pelo diálogo respeitoso, harmônico e colaborativo, mas penso que não podemos abrir mão de reivindicar a participação dos Regionais nas tomadas das importantes decisões. Esses tribunais são os que efetivamente fazem a interlocução com os eleitores e, sendo ouvidos e respeitados, certamente contribuirão em muito para a eficiência da Justiça Eleitoral, com a consolidação da democracia representativa e o prestígio da cidadania, inclusive minimizando as diferenças regionais deste país com dimensão continental”.

O desembargador apelou para a união de todos os envolvidos no processo democrático e em torno dos objetivos da nação. “Com constante diálogo poderemos promover uma gestão voltada para o eleitor. Agradeço a confiança e peço a colaboração de vossas excelências para que possamos, juntos, elevar nosso Coptrel à dimensão para a qual foi criado”.

Expectativas

Sobre as expectativas em assumir a presidência do Coptrel, o desembargador Jatahy Júnior foi enfático em seu pronunciamento. “Se hoje, para mim, é um dia de júbilo, é, também, um dia de expectativas sobre a gestão que ora se inicia, voltada para o diálogo e para a harmonia entre os poderes, requisitos constitucionais necessários à defesa e à manutenção de nossa democracia. Assumo a Presidência deste Colegiado com intensidade, entusiasmo, dedicação, otimismo e certo de que saberei honrar a missão que me foi conferida”, completou.

25 anos

O recém-empossado, presidente Jatahy Júnior, lembrou que em setembro deste ano, o Coptrel comemorará 25 anos de fundação. “Neste momento histórico para o nosso Coptrel, não posso deixar de lembrar que em setembro próximo estaremos comemorando seus 25 anos de fundação, quando os colegas que nos antecederam, com espírito empreendedor, deram início à profícua existência desta entidade, marcada pela vontade de querer e de fazer o melhor para a nossa justiça especializada.

Além dos juízes-membros do Regional baiano, a transmissão da cerimônia foi assistida em tempo real pelo desembargador Lourival Almeida Trindade (presidente do Tribunal de Justiça da Bahia /TJ-BA); por Paulo Moreno (procurador-geral do estado/representando o governador do estado, Rui Costa); pela juíza Renata Gil (presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB/BA); por Fabrício de Castro Oliveira (presidente da OAB/BA); por Anselmo Brandão (comandante geral da Polícia Militar da Bahia); por Luiz Viana Queiroz (advogado e vice-presidente da OAB/Brasil), por André Godinho, conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), dentre outros expectadores.

HS      

Nenhum comentário:

Postar um comentário