quinta-feira, 30 de abril de 2020

Resultados da Estratégia em 2019 são apresentados à sociedade

Vídeo resumo e Relatório de Gestão Estratégica 2019 estão disponíveis para consulta do público em geral


O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) disponibilizou, no site e no canal do YouTube, material de divulgação do seu desempenho estratégico em 2019. Esses resultados já haviam sido apresentados ao Conselho de Governança na I Reunião de Análise da Estratégia (RAE) 2020 e ao público interno em fevereiro passado. Agora, estão sendo publicizados como medida de comunicação da Estratégia e, sobretudo, como prestação de contas à sociedade.
O Relatório de Gestão Estratégica analisa o desempenho de cada um dos 15 (quinze) objetivos institucionais, dos seus 39 (trinta e nove) indicadores e dos 21 (vinte e um) projetos executados em 2019. Nele, é possível acessar os problemas tratados, as prioridades definidas, além das justificativas para o alcance ou não das metas internas do Tribunal.
Já o vídeo, com o resumo desses resultados, foi concebido e produzido pela Seção de Planejamento Estratégico (SEPLANE), utilizando-se de ilustrações e linguagem simples para demonstrar a concretização da Estratégia na prática - inclusive quando metas não são atingidas. A iniciativa tem como intuito aproximar o público do tema e, também, facilitar a consolidação de uma cultura estratégica no Regional.
“Muitas vezes, não conseguimos relacionar nossas atividades cotidianas à Estratégia. Mas toda entrega, todo esforço empregado, tem uma razão de ser e está diretamente ligado a algum objetivo institucional. Atingir metas é desejável, mas não é mais importante do que trabalharmos em prol da melhoria contínua dos nossos serviços”, ressalta Benjamin Macedo, chefe da SEPLANE.
O Planejamento Estratégico Institucional
A Estratégia é essencial para uma instituição, serve de norte, e, com base nela, prioridades são definidas. No caso do TRE-BA, o Planejamento Estratégico é instrumento para assegurar sua missão de Garantir a legitimidade do processo eleitoral e o livre exercício do direito de votar e ser votado, a fim de fortalecer a democracia. Serve também para alcançar sua visão de futuro, aquilo que o órgão almeja: Ser reconhecido como uma instituição pública independente e imparcial, referência na prestação de serviços e na conscientização para a cidadania.
Ao longo do ciclo estratégico vigente (2016-2021), é possível perceber importante evolução dos resultados do Tribunal, o que denota que a Estratégia vem servindo à sua finalidade.  
Texto: Seção de Planejamento Estratégico (SEPLANE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário