domingo, 30 de outubro de 2016

2º turno: auditoria por votação paralela acontece na sede do TRE-BA

Duas urnas eletrônicas de Vitória da Conquista estão sendo auditadas; procedimento é aberto ao público 



Ao mesmo tempo em que ocorre o 2º turno das Eleições Municipais 2016, acontece, no auditório do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), a auditoria por meio de votação paralela. O procedimento ocorre em duas urnas eletrônicas de Vitória da Conquista trazidas ontem (29/10), véspera do pleito, para o Tribunal. Até o momento, o procedimento transcorre dentro da normalidade. O processo é aberto ao público e segue o período da votação oficial, devendo ser encerrado logo mais, às 17h.  

Metodologia

A votação paralela tem o objetivo de atestar a confiabilidade da urna eletrônica. Para o processo, são utilizadas cédulas de papel previamente preenchidas com dados reais dos candidatos dos municípios originais das urnas. Na tarde de ontem (29/10), as cédulas foram preenchidas por universitários e inseridas na urna de lona. Hoje (30/10), durante a votação paralela, as informações contidas nessas cédulas são, ao longo do dia, digitadas, uma a uma, nas urnas eletrônicas previamente sorteadas. Ao final do processo, o resultado da votação das urnas eletrônicas será comparado com o resultado obtido na votação por urna de lona. Esse comparativo deverá resultar em números idênticos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário