domingo, 28 de outubro de 2018

ELEIÇÕES 2018 – 2º TURNO

Boletim extraordinário: 261 urnas apresentaram problemas; 15 pessoas foram presas


Conforme dados da Justiça Eleitoral, atualizado às 19h, após o encerramento da votação, 261 urnas eletrônicas apresentaram problemas na Bahia. Dessas, 194 precisaram ser substituídas. Além disso, houve 15 prisões no estado. Na capital, 58 urnas foram trocadas. 

Somente no município de Valente, 12 cidadãos foram presos por desobedecer  a ordem judicial, que proibiu o consumo e venda de bebida alcoólica. As demais prisões ocorreram nas cidades de Chorrochó e Ilhéus, por boca de urna, e em Itapetinga, por quebra de sigilo de voto, sendo o eleitor flagrado filmando a urna dentro da cabine de votação.

Em eleição tranquila, votação do 2º turno é encerrada na Bahia


Com apenas um voto a ser registrado, eleitor não precisou enfrentar filas 

Encerrada às 17h, a votação para o 2º turno na Bahia foi avaliada pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, como dentro da normalidade. Com apenas um voto a ser registrado, o eleitor baiano encontrou seções tranquilas.

O presidente do TRE-BA se mostrou satisfeito com o andamento das eleições no 2º turno. “Graças a Deus que os problemas foram menores, as filas muito menores. Isso demonstra que a biometria não foi e não será jamais o vilão do processo eleitoral, ao contrário, é segurança, honestidade, e isso nós concretizamos hoje. Tomamos algumas providências necessárias até para melhorarmos, e é errando que vamos aprender, que vamos consertar os nossos erros, mas, em âmbito geral, o pleito foi tranquilo”.

Em Salvador, maior colégio eleitoral da Bahia, os locais de votação não registraram filas, apesar de algumas urnas terem apresentado problemas na capital, o que rapidamente foi solucionado, o que minimizou os transtornos aos eleitores.

Após o fechamento da votação na Bahia, a expectativa é pelo início da totalização dos votos, que – como o estado teve apenas votação para Presidência da República – terá divulgação apenas a partir 19h, acompanhando o restante do país. A regra obedece horário do Acre e é válida também para as seções localizadas no exterior. 


Até o fechamento da matéria, 25,64% das urnas da Bahia já haviam sido apuradas.

ELEIÇÕES 2018 – 2º TURNO

4º boletim: 262 urnas apresentam problemas na Bahia; nove prisões


O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informa que, durante o segundo turno das Eleições Gerais 2018 neste domingo (28/10), até às 17h, 262 urnas eletrônicas apresentaram problemas em todo o Estado.  Houve substituição de 240 equipamentos. O município com maior número de troca de urnas eletrônicas foi Salvador. A capital baiana registrou 63 substituições de urnas. Em Vitória da Conquista, 15 urnas eletrônicas precisaram ser trocadas. 

Na seção 130, no Centro Educacional Marco Antônio do Carmo, no município de Saubara, pertencente à 178ª Zona Eleitoral de Santo Amaro, a urna eletrônica foi substituída pela urna de lona e os eleitores votaram manualmente, após inúmeras tentativas com urna de contingência e os flashs reservas. A alteração ocorreu por volta das 13h15.

Outras ocorrências

No total, foram registradas nove prisões. As detenções ocorreram nos municípios de Chorrochó (158ª ZE) e Ilhéus (26ª ZE) por boca de urna. Em Itapetinga (140ª ZE), um eleitor foi flagrado filmando a urna eletrônica na cabine de votação, sendo detido por quebra de sigilo de voto. Em Valente (120ª ZE), um eleitor foi preso por descumprir a ordem judicial eleitoral, que proibiu o consumo e venda de bebida alcoólica na cidade.

Em Uruçuca (198ª ZE) houve a denúncia de que, nas Fazendas Porto Seguro e Jorge Gabrielli, os trabalhadores estariam sendo impedidos de se deslocarem até seus locais de votação. O juiz eleitoral solicitou o deslocamento da guarnição da Polícia Militar para averiguação do fato, mas, chegando ao local, nenhuma irregularidade foi constatada.
  • Acesse dados completos: 
Boletim de urnas
Outras ocorrências

ELEIÇÕES 2018 – 2º TURNO

3º Boletim: 219 urnas apresentam problemas na Bahia; 159 foram substituídas


Até às 16h deste domingo (28/10), 219 urnas eletrônicas apresentaram problemas em todo o estado. Desse total, 159 máquinas foram substituídas. Na capital, foram registradas 48 trocas de urnas. No município de Cordeiros, pertencente a 60ª Zona Eleitoral, houve registro de falta de energia elétrica no Centro Educacional Presidente José Sarney, no bairro Alvorada, zona rural da cidade. Foram ainda realizadas nove prisões. 

ELEIÇÕES 2018 – 2º TURNO

2º Boletim: 168 urnas apresentaram problemas na Bahia; 122 foram substituídas


Até às 14h deste domingo (28/10), 168 urnas apresentaram problemas em todo o estado. Desse total, 122 urnas eletrônicas foram substituídas. As outras passaram por ajuste de data e hora, reinicialização, alteração para uso de bateria interna ou troca do módulo impressor. Salvador lidera o número de ocorrências, com um total de 38 substituições de urnas eletrônicas. Em seguida, vem o município de Vitória da Conquista, com 11 registros de troca de urna. 

Outras ocorrências

Na 120ª Zona Eleitoral de Valente foram registradas seis prisões por desobediência à ordem judicial eleitoral (Portaria nº 7/2018) que proibiu o consumo e venda de bebida alcoólica no município. Em Chorrochó (158ª Zona Eleitoral) houve uma prisão por boca de urna e arregimentação de eleitores, infringindo o art. 39, § 5º, inciso II, da Lei nº 9.504/97, e em Ilhéus (26ª Zona Eleitoral) houve prisão de eleitor por divulgação de propaganda (Art. 39, § 5º, inciso III, da Lei nº 9.504/97). Em Itapetinga (140ª Zona Eleitoral), um eleitor foi preso por filmar a urna eletrônica por na cabine de votação. 

Presidente do TRE-BA comenta votação no 2º turno

Desembargador Rotondano afirmou que eleitor está mais consciente; próxima coletiva é prevista para 16h 

Durante primeira entrevista coletiva prevista para este domingo (28/10), 2º turno da votação, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), voltou a afirmar que acredita em um pleito mais tranquilo. Conforme o desembargador Rotondano, “os locais de votação estão sem filas. Diferente do que ocorreu no primeiro turno da eleição, esta etapa está acontecendo de maneira mais rápida. É como eu disse. No primeiro turno nós tínhamos que escolher seis pessoas em quem votar, e além disso digitar 19 números e mais a biometria, e isso impactou o término da eleição. Agora, com apenas dois candidatos, facilita muito”. 

Para evitar que ocorram filas e um longo tempo de espera como aconteceu no 1º turno, o presidente afirmou que os mesários estão orientados a otimizar o tempo. “Todos estão orientados para testar a captura dos dados biométricos dos eleitores apenas quatro vezes. Se isso não proceder, prosseguir com a votação normal, de forma convencional. No caderno de votação estão todos os dados do eleitor”, completou Rotondano.

Sobre as 35 ocorrências, sendo todas relacionadas às urnas eletrônicas, registradas até às 10h, o presidente fez questão de destacar que o eleitor está mais consciente, por conta disso não ocorreram – até o momento – casos de prisão por crimes eleitorais. “Não temos conhecimento de nenhuma prisão, algo ilícito durante o período de votação até então. As pessoas estão mais conscientes. Divulgamos sempre. O que é possível e proibido no dia de hoje”.A próxima coletiva do presidente é prevista para 16h.

2º turno: auditoria por votação paralela acontece no mesmo horário do pleito oficial


Urnas que estão sendo auditadas foram sorteadas no sábado (27/10), véspera do 2º turno da votação

A votação paralela, que ocorre durante o mesmo período do pleito oficial, está sendo realizada no auditório da sede do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Todo o procedimento é público e pode ser acompanhado por qualquer cidadão interessado no processo de auditoria das urnas.

Para a votação paralela, o TRE-BA sorteou cinco urnas eletrônicas, sendo quatro do interior e uma da capital. Após sorteio realizado em audiência pública do sábado (27/10), véspera do 2º turno da votação, foram designadas para serem submetidas a auditoria por meio de votação paralela urnas das cidades de Jaguaquara (76ª ZE), São Gonçalo dos Campos (108ª ZE), Jussara (159ª ZE), Camaçari (171ª ZE) e Salvador (17ª ZE). 

O relatório da votação paralela é emitido no final da apuração e será comparado ao resultado da votação por urna de lona. Os resultados deverão ser exatamente os mesmos para os dois modelos de votação.

[ATUALIZADO] ELEIÇÕES 2018 – 2º TURNO

1º Boletim: 35 urnas apresentam problemas; onze foram substituídas



Pouco mais de duas horas após o início da votação em 2º turno das Eleições 2018, 35 urnas eletrônicas apresentaram problemas na Bahia. Dessas, onze precisaram ser substituídas. 

As substituições ocorreram na capital baiana (2), Alagoinhas (3), Aramari (1), Capim Grosso (2), Vitória da Conquista (1), Livramento de Nossa Senhora (1) e Barreiras (1). A maioria dos casos ocorreu por problemas apresentados no terminal dos mesários ou não funcionamento total da urna (não ligou).  

Em Condeúba, atrasos foram registrados em quatro locais de votação em razão de queda de energia elétrica na cidade. Pela mesma razão, houve atraso em local do município de Cordeiros. Conforme a zona eleitoral que abrange as duas cidades, em quatro locais a situação foi normalizada. Em uma escola, no entanto, ainda há instabilidade no fornecimento de energia. O transtorno ocorreu nos seguintes locais: 

1. Prédio Escolar Jovino Coutinho
Localidade: Riacho Seco
Número de eleitores: 456

2. Prédio Escolar Aristides Carvalho
Localidade: Mandassaia
Número de eleitores: 671

3.Escolar Adelmário Pinheiro
Localidade: Feirinha
Número de eleitores: 798

4.Prédio do Centro Educacional Presidente José Sarney
Localidade: Alvorada, município Cordeiros
Número de eleitores:553

5. Associação Comunitária do Tamboril [ainda há instabilidade no fornecimento de energia]
Localidade: comunidade quilombola do Tamboril
Número de eleitores: 312




2º turno: votação é aberta oficialmente na Bahia


Mais de 10 milhões eleitores estão aptos ao voto

Foi aberta oficialmente, às 8h, a votação para o 2º turno das eleições. Na Bahia, os 10.390.247 eleitores aptos votarão apenas para o cargo de Presidente da República. Com hasteamento das bandeiras o Brasil, Bahia e da Justiça Eleitoral e ao som do Hino Nacional sendo executado pela Orquestra da Polícia Militar, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) declarou o início da votação.

Durante a cerimônia de abertura, o presidente do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, conduziu a bandeira brasileira, enquanto o vice-presidente do TRE-BA e Corregedor Eleitoral Regional da Bahia, desembargador Jahaty Júnior, hasteou a bandeira da Bahia, e a desembargadora e membro da Corte Eleitoral Gardênia Pereira Duarte ficou responsável pela bandeira da Justiça Eleitoral.

Após o hasteamento das bandeiras, foi aberta a sessão extraordinária na Sala de Sessões, onde foram conduzidos os últimos processos relacionados a crimes eleitorais. Durante a sessão, o presidente do TRE-BA prestou uma homenagem aos servidores do Tribunal, destacando o empenho e dedicação de todos durante os período pré-eleitoral e no dia da votação.

“Hoje, a nossa democracia está sendo duplamente celebrada. É o Dia das Eleições e o Dia do Servidor, sustentáculo de todos os órgãos, não apenas do Judiciário. Agradeço aos servidores desta casa, em especial, por essa extensa festa da democracia. Que o pleito ocorra normalmente, com serenidade, e que prevaleça o entendimento popular e a democracia. Quem quer que seja eleito, que respeite isso e cuide dos destinos do nosso povo.”, afirmou.


TS

Vitória da Conquista: eleitores surdos terão auxílio de intérpretes de libras durante a votação deste domingo

Projeto piloto da 39ª Zona Eleitoral reforça a política de acessibilidade do TRE-BA


Em uma iniciativa inédita no Estado, os eleitores de Vitória da Conquista terão o apoio de profissionais especializados na Língua Brasileira de Sinais durante as eleições deste domingo, 28 de outubro. No projeto, idealizado pela 39ª Zona Eleitoral, 63 locais de votação da zona urbana serão atendidos por intérpretes de libras.

Na prática, se um eleitor surdo quiser tirar dúvidas ou tiver qualquer dificuldade, basta sinalizar aos mesários, que entrarão em contato com o cartório, sede da zona eleitoral. O intérprete, então, será acionado para deslocar-se até a seção e fazer o atendimento. Dessa forma, espera-se não apenas garantir o direito dos cidadãos, mas otimizar a votação.

O projeto estreou no primeiro turno e será repetido no segundo, ainda sem beneficiar a zona rural. A ideia é reforçar a valorização da acessibilidade, definida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.  De acordo com a chefe de cartório Zélia Sousa, a depender da demanda, mais intérpretes podem ser convocados nas próximas eleições.

Zélia defende que oferecer condições dignas aos eleitores com deficiência seja cada vez mais prioridade na agenda de atividades do cartório. Ela lembra que a atuação desses profissionais deve restringir-se ao apoio logístico e não político.  Para as eleições 2018, o TRE-BA fez uma parceria com a Central de Libras. “Temos trabalhado para garantir a acessibilidade e a inclusão digna no processo eleitoral”. 

CB

2º turno: esquema de atendimento a imprensa durante o pleito


Estão previstas três coletivas com o presidente do TRE-BA para 10h30, 16h e 19h30; atendimento aos jornalistas ocorrerá na sede do órgão, no CAB


A Assessoria de Comunicação e Cerimonial (Ascom) do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) manterá esquema especial de trabalho neste domingo (28/10), 2º turno do pleito. Ao longo do dia, é prevista a realização de entrevistas coletivas com o presidente do órgão, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, às 10h30, 16h e 19h30, podendo ocorrer alterações nesses horários.

As notícias produzidas pela equipe da Ascom durante o plantão das eleições serão divulgadas no blog do TRE-BA (blog.tre-ba.jus.br) e nas redes oficiais do órgão: Facebook, Instagram e Twitter. As divulgações dos boletins, com as ocorrências registradas durante o dia da votação, ocorrerão às 10h, 14h, 16h e 17h. 

O contato com os jornalistas do TRE baiano também poderá ser feito por meio dos telefones (71) 3373-7100 / 7007 / 7197 / 7169 ou pelo e-mail oficial.treba@tre-ba.jus.br, uma vez que o endereço ascom@tre-ba.jus.br estará, temporariamente, indisponível em razão das medidas de segurança adotadas pela Justiça Eleitoral. 

Sala de Imprensa

Os profissionais de comunicação que farão a cobertura do pleito a partir da sede do Tribunal, localizada na 1ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia (CAB), nº 150, terão acesso a uma sala de imprensa, equipada com computadores e espaço para entrevistas. Profissionais da Ascom do órgão estarão à disposição durante todo o dia para divulgação de dados e esclarecimentos. 

Para acessar a sede do Tribunal no dia da votação, os jornalistas precisam estar munidos de crachá ou documento de identificação que comprove ligação com o veículo de comunicação.




sábado, 27 de outubro de 2018

2º turno: TRE-BA oficializa sistema de gerenciamento que recebe e totaliza os votos


Sistema é responsável por receber e totalizar os votos oriundos das urnas eletrônicas 

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) realizou, neste sábado (27/10), na sede do Tribunal, a cerimônia de oficialização do Sistema de Gerenciamento para o segundo o turno das Eleições Gerais 2018. O sistema é responsável por receber e totalizar os votos oriundos das urnas eletrônicas. 

Na ocasião, foram impressos os relatórios “Espelho da Oficialização”, que reflete a situação dos candidatos na urna eletrônica, e “Zerésima”, que comprova a inexistência de voto computado no sistema. Nas zonas eleitorais do Estado, a oficialização do sistema foi realizada pelos respectivos Juízos Eleitorais. 

O procedimento foi conduzido pela Comissão Apuradora das Eleições 2018, composta pelos juízes membros do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano e Patrícia Cerqueira Kertzman Szporer. 

Após o procedimento de oficialização, o sistema só será utilizado novamente no dia da eleição, 28 de outubro, a partir das 17h, quando terá início a totalização dos votos. A fim de garantir que a verificação do sistema não sofra alterações, será emitido novamente o relatório ‘Zerésima’, antes do encerramento da votação, no domingo.

Transparência - A Justiça Eleitoral baiana convidou representantes das coligações e partidos, bem como o Ministério Público e a OAB-BA para acompanharem o procedimento. Na oportunidade, o tenente coronel Ricardo Santana esteve presente, representando o comando-geral da Polícia Militar da Bahia. 

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Eleições 2018: “2º turno deverá ocorrer com maior tranquilidade”, disse Presidente do TRE-BA



O Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, Desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, após o término da totalização dos votos no estado, fez um balanço do primeiro turno do pleito e garantiu que o segundo turno presidencial, no próximo dia 28 de outubro, ocorrerá de forma mais tranquila. 

A redução no número de votos, de 6 para 1, a familiaridade do eleitor com seu local de votação e com a biometria, agilizarão o processo. “As dificuldades encontradas neste primeiro turno serão, sem dúvida, superadas no segundo turno, que deverá ocorrer com maior tranquilidade”, disse.

Esclarecimentos

Quanto as dificuldades encontradas no primeiro turno do pleito, o Presidente esclareceu que três fatores contribuíram para as longas filas nas seções eleitorais: o extenso número de cargos eletivos, a votação cem por cento biométrica em mais de 90 municípios, incluindo a capital, e a necessária agregação de seções em virtude do quantitativo insuficiente de urnas eletrônicas. Tais fatores já eram conhecidos e suas consequências previstas, indicando que a votação seria mais lenta que o normal.

O TRE-BA solicita que o eleitor esclareça suas dúvidas antecipadamente, por meio dos canais oficiais de consulta: site www.tre-ba.jus.br, telefone (71) 3373-7000 ou aplicativo e-Título, disponibilizado pelo TSE

TRE-BA suspende expediente nesta segunda (8/10) em toda a Bahia


Interrupção do atendimento foi decretada após o encerramento da totalização no estado, o que ocorreu por volta das 3h da manhã

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informa que será suspenso o expediente da Justiça Eleitoral em todo o estado nesta segunda-feira (8/10). A interrupção do atendimento foi decretada logo após a finalização dos trabalhos de votação, que se prolongaram até às 3h.

Durante todo o domingo das eleições, os servidores e colaboradores do TRE-BA trabalharam em regime de plantão, iniciando as atividades às 5h30 da manhã. O atendimento será retomado normalmente na terça-feira (9/10).

domingo, 7 de outubro de 2018

Jaques Wagner e Ângelo Coronel são eleitos senadores na Bahia

Com 95,98% das urnas apuradas, por volta das 22h49, os candidatos Jaques Wagner (PT) e Ângelo Coronel (PSD) foram eleitos senadores na Bahia. Wagner recebeu 4.047.448 (35,63%) votos e Coronel obteve 3.731.005 (32,84%) votos.